5 dicas para realizar a avaliação de imóveis para aluguel

Divisão | Comercial


Quem tem um imóvel disponível para locação sempre se depara com uma dúvida: “quanto eu deveria cobrar pelo aluguel?”. Para responder a essa questão, alguns fatores precisam ser levados em consideração. 

Ao mesmo tempo em que o proprietário deseja ter seu imóvel apreciado, com um valor que compense o negócio, ele também sabe que não pode cobrar valores extorsivos porque corre o risco de ficar sem inquilinos, exposto a dura realidade do mercado.

Para não incorrer em erro e avaliar o aluguel, muito acima ou muito abaixo do valor adequado, de determinado imóvel, é importante contar com ajuda profissional. Por isso, separamos algumas dicas de como realizar uma avaliação do imóvel para locação satisfatória e competitiva.

1. Valor do imóvel

Existia um consenso no mercado imobiliário que dizia que o valor do aluguel deveria corresponder a 1% do valor do imóvel. Contudo, hoje em dia, esse consenso foi flexibilizado, devido as grandes flutuações de preços e a oferta de imóveis cada vez maior dos últimos anos. Assim, as imobiliárias trabalham hoje com algo entre 0,5% e 1% do valor do imóvel. Outros fatores determinarão em que lugar dessa escala o imóvel se encaixa.

A finalidade a qual se destina o imóvel também influenciará em seu preço de aluguel. Assim, galpões industriais, lojas e escritórios comerciais diferem na negociação do valor de aluguel de outros imóveis mais comuns. 

2. Mercado Imobiliário

O mercado imobiliário é um setor econômico que tende a sentir significativo abalo quando passamos por recessões. No momento, com a lenta, porém, gradual retomada da economia, as perspectivas para o mercado imobiliário são bastante otimistas. O corte na taxa de juros auxilia o setor de maneira direta e os preços dos aluguéis de imóveis passam a ser competitivos e atraentes. 

Nesse caso, vale a velha lei da oferta e demanda. Se há muita procura, o proprietário pode cobrar um pouco mais. Do contrário, é preciso ser realista e adequar o preço do aluguel às ofertas do mercado. Uma imobiliária competente é capaz de fazer essa avaliação de forma mais acurada.

3. Locatário e localização do imóvel

Algo que influencia diretamente no preço do aluguel é a localização do imóvel e como ela pode determinar o perfil do locatário. Para entender isso de forma simples, basta imaginar que você disponha de um imóvel industrial como um galpão. Se o seu galpão fica na saída da cidade com fácil acesso para transportes de mercadorias, necessariamente, esse imóvel industrial estará em vantagem em relação a outros que não contem com essa facilidade. 

Da mesma forma que, se você possui um escritório comercial localizado numa área em que há muita circulação de pessoas também será possível negociar o valor do aluguel de acordo com o entorno.

4. Idade do imóvel

Esse é um fator que também influencia na hora de avaliar o preço do aluguel. Um imóvel mais novo e em perfeitas condições para ocupação imediata sairia na frente e poderia pedir um pouco mais de aluguel. Já um imóvel mais antigo, que não tenha sido bem cuidado pelo proprietário, poderia ter se que adaptar de forma mais dura as leis do mercado.

5. Atrativos

Alguns atrativos oferecidos também podem influenciar na hora de avaliar o preço do aluguel. Uma loja, que ofereça grande espaço para estoque, pode destacar esse atrativo e colocá-lo no valor do aluguel. Da mesma forma, um galpão industrial também poderá contar com atrativos que serão avaliados pela imobiliária e destacados para compor o valor do aluguel. 

Nosso trabalho é justamente entender a qual finalidade se destina aquele imóvel, seja ele, um escritório, uma loja ou um galpão, e encontrar o preço de aluguel mais adequado para o público que ele seleciona, levando em consideração todos os atrativos oferecidos. 


Como é possível perceber, muitos fatores influenciam na hora de avaliar um imóvel para locação. Por isso, vale a pena contar com a ajuda de profissionais especializados.

Gostou das nossas dicas? Então, continue acompanhando nosso conteúdo exclusivo. Temos muito mais dicas e material sobre imóveis e o mercado imobiliário.